Depois, em nota, a Vice-Presidência informou que Mourão está “está tomando as providências para emir, nos próximos dias, as diretrizes adequadas a tão importante tarefa para a Amazônia e o Brasil”. O texto diz que a decisão de Bolsonaro de criar o conselho ” denota a excepcional importância que ele concede à Amazônia, não somente à sua preservação, como ao seu desenvolvimento de forma sustentada, beneficiando, em particular, os brasileiros que lá habitam e ao país”.