Relembre cinco reportagens do Roberto Cabrini que bombaram em 2017

16/02/2018🌐Jorge Gondim
No Dia do Repórter, selecionamos os documentários mais vistos pelo público no Youtube, no ano passado
Nesta sexta-feira, 19 de fevereiro, é comemorado o Dia do Repórter. E é claro que não deixaríamos a data passar em branco. Então, selecionamos os cinco documentários do Conexão Repórter que mais bombaram no ano passado. Tem entrevista com o deputado Jair Bolsonaro, histórias emocionantes de meninas que se tornaram mães na adolescência e até uma conversa com detentos para saber como funciona a "lei" para os estupradores. Vale a pena conferir!

1 - JAIR BOLSONARO
No conturbado cenário político brasileiro, surgiu um nome que muitos chamam de aventura irresponsável, outros de solução extrema. O programa mostrou as opiniões contundentes e o desejo de ser presidente da República de um homem polêmico, adorado e odiado. O telespectador conheceu os segredos do capitão Jair Bolsonaro, as conquistas e barreiras, os ataques e as defesas.
2 - A ENTREVISTA COM DAY MCCARTHY
Em um ano marcado por episódios de racismo, Roberto Cabrini apresentou uma entrevista exclusiva com Day McCarthy, personagem que escandalizou o país ao ofender a filha adotiva de Bruno Gagliasso. O que faz uma pessoa se tornar racista? Quais as raízes do racismo? É dever do jornalismo investigar esse fenômeno social.
3 - HORROR E CRIMES NO PRESÍDIO DE ALCAÇUZ
Roberto Cabrini mostrou as consequências da guerra no presídio de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. Além de ter passado a noite no pavilhão 4 (onde ocorreram os confrontos), o repórter mostrou os diversos lados do massacre. De um lado, familías indignadas, de outro, a rigorosa postura do Estado. Com imagens fortes e impactantes, Cabrini se chocou com o verdadeiro caos humanitário.

4 - MENINAS-MÃES
Durante meses, Roberto Cabrini acompanhou histórias emocionantes de três adolescentes grávidas (a mais nova, com apenas 12 anos) e mostrou as emoções, dúvidas e temores que seguiram com elas da gestação ao parto. O telespectador viu aspectos da vida sexual precoce e suas múltiplas interpretações: censura, reprovação, preconceito, medo, carência e angústia. Um mergulho neste universo que mistura bonecas e fraldas.
5 - LEI DA CADEIA PARA ESTUPRADORES
Eles são vistos como a escória da sociedade. Dentro da cadeia, ficam isolados, para não serem punidos pelo "código de ética" dos presos. Para os detentos, os estupradores precisam sofrer e não existe perdão. Roberto Cabrini revelou os "Bastidores das Prisões".

Conexão Repórter
Segunda-feira, às 23h30

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESQUADRÃO DA MODA Bailarina com visual desleixado será abordada pelo Esquadrão da Moda

Cabrini entrevista homem que foi ponto de partida da Lava Jato

SBT Online atinge 5 milhões de incritos no YouTube