Relembre cinco reportagens do Roberto Cabrini que bombaram em 2017

16/02/2018🌐Jorge Gondim
No Dia do Repórter, selecionamos os documentários mais vistos pelo público no Youtube, no ano passado
Nesta sexta-feira, 19 de fevereiro, é comemorado o Dia do Repórter. E é claro que não deixaríamos a data passar em branco. Então, selecionamos os cinco documentários do Conexão Repórter que mais bombaram no ano passado. Tem entrevista com o deputado Jair Bolsonaro, histórias emocionantes de meninas que se tornaram mães na adolescência e até uma conversa com detentos para saber como funciona a "lei" para os estupradores. Vale a pena conferir!

1 - JAIR BOLSONARO
No conturbado cenário político brasileiro, surgiu um nome que muitos chamam de aventura irresponsável, outros de solução extrema. O programa mostrou as opiniões contundentes e o desejo de ser presidente da República de um homem polêmico, adorado e odiado. O telespectador conheceu os segredos do capitão Jair Bolsonaro, as conquistas e barreiras, os ataques e as defesas.
2 - A ENTREVISTA COM DAY MCCARTHY
Em um ano marcado por episódios de racismo, Roberto Cabrini apresentou uma entrevista exclusiva com Day McCarthy, personagem que escandalizou o país ao ofender a filha adotiva de Bruno Gagliasso. O que faz uma pessoa se tornar racista? Quais as raízes do racismo? É dever do jornalismo investigar esse fenômeno social.
3 - HORROR E CRIMES NO PRESÍDIO DE ALCAÇUZ
Roberto Cabrini mostrou as consequências da guerra no presídio de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. Além de ter passado a noite no pavilhão 4 (onde ocorreram os confrontos), o repórter mostrou os diversos lados do massacre. De um lado, familías indignadas, de outro, a rigorosa postura do Estado. Com imagens fortes e impactantes, Cabrini se chocou com o verdadeiro caos humanitário.

4 - MENINAS-MÃES
Durante meses, Roberto Cabrini acompanhou histórias emocionantes de três adolescentes grávidas (a mais nova, com apenas 12 anos) e mostrou as emoções, dúvidas e temores que seguiram com elas da gestação ao parto. O telespectador viu aspectos da vida sexual precoce e suas múltiplas interpretações: censura, reprovação, preconceito, medo, carência e angústia. Um mergulho neste universo que mistura bonecas e fraldas.
5 - LEI DA CADEIA PARA ESTUPRADORES
Eles são vistos como a escória da sociedade. Dentro da cadeia, ficam isolados, para não serem punidos pelo "código de ética" dos presos. Para os detentos, os estupradores precisam sofrer e não existe perdão. Roberto Cabrini revelou os "Bastidores das Prisões".

Conexão Repórter
Segunda-feira, às 23h30
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Beca Milano faz aniversário e recebe homenagem emocionante

Dupla Gian & Giovani surpreendem os superidosos no programa Eliana neste domingo

Poder em Foco promove 'mesa redonda' sobre segurança pública neste domingo; veja convidados